Notícias

//“Quem é trabalhador é perseguido. Quem é apadrinhado político consegue tudo na Prefeitura de Aracaju”, denuncia Elber

“Quem é trabalhador é perseguido. Quem é apadrinhado político consegue tudo na Prefeitura de Aracaju”, denuncia Elber

O vereador Elber Batalha (PSB) denunciou que a máquina pública da Prefeitura de Aracaju, com o aproximar das eleições, começou a ser usada para beneficiamento de alguns e perseguição de outros.

O parlamentar baseou sua denúncia no fato que viralizou nas redes sociais essa semana onde funcionários da Emsurb agiram de forma truculentau com um empresário em Aracaju. “Empresário esse que sobrevive com dificuldade e ainda gera emprego, renda e impostos para o município, por não terem apadrinhamento político, foi tratado como bandido”, lamentou.

Elber mostrou um vídeo de uma praça no Conjunto Bugio onde está sendo construído um quiosque que, segundo o denunciante, seria o início do processo de loteamento dos espaços públicos de Aracaju para algumas lideranças de bairro que estão se comprometendo politicamente com a Prefeitura e com alguns vereadores da bancada do prefeito Edvaldo Nogueira. “Segundo nos passaram, nessa Praça Milton Jorge, próximo a rua F3 do conjunto Bugio, está sendo construído no meio do nada este quiosque”, denunciou.

Outro fato relatado pelo vereador diz respeito a uma informação que ele recebeu dando conta que um vereador conseguiu nas imediações do bairro Luzia uma banca para uma pessoa vender acarajé. “Mas, o acordo entre este vereador e esta pessoa foi para que ficasse tudo amarrado para as eleições de 2020, inclusive, com listagem de votos e títulos”, disse.

“São dois pesos e duas medidas; quem é trabalhador, paga impostos e gera empregos é perseguido. Quem é apadrinhado político, consegue tudo na Prefeitura de Aracaju”, finalizou Elber.

Fotos: Gilton Rosas

2019-11-26T12:18:52-03:0026 nov 2019|Notícias|